O Grémio Sportivo Castilho derrotou hoje o Amarante por 2-1, em jogo da 2ª mão da eliminatória de acesso à 1ª divisão, disputado no Estádio Adérito Sena, e assegurou a permanência no primeiro escalão do futebol sanvicentino.


O Castilho, assim, venceu a eliminatória por 4-3, pois na primeira mão registara-se um empate a dois golos.
Quanto ao jogo da tarde de hoje, a ele o Castilho chegou “mais confortável”, já que, na qualidade de visitante na 1ª mão, trazia um empate a dois golos em “casa” do Amarante.
Contudo esta equipa, treinada por Armandinho do Soares, curiosamente o mesmo treinador da descida de divisão na época 2015-2016, entrou melhor no jogo, criou várias ocasiões de concretização, entretanto desperdiçadas.
O golo do Amarante surgiu à passagem do minuto 43, por intermédio de Nénass, na conversão de livre indirecto em plena grade área do Castilho, resultado ao intervalo com vantagem amarantina.
Só que, na segunda parte, inverteram-se os papéis, ou seja, o Castilho entrou desenfreadamente ao ataque, empatou o jogo aos 63 minutos, por intermédio de Cavera, após jogada individual, e operou a reviravolta no marcador aos 70 minutos, quando Django converteu uma grande penalidade.
Até o fim, o Amarante mudou a estratégia, optou por um jogo mais vertical em direcção à baliza adversária na procura do golo, mas o Castilho guardou bem a vantagem até o fim, com uma vitória de 2-1 que mantém a equipa azul na primeira divisão.
Quanto ao Amarante, que vai completar a quarta época na segunda divisão, falhou mais vez o objectivo, tratando-se de um clube histórico de São Vicente que, inclusive, foi campeão de Cabo Verde, em 1999, também com Armandinho Soares no comando da equipa.
Inforpress