Um dos muros de protecção do campo de futebol na zona de Chã de Alecrim, em São Vicente, cedeu à pressão das chuvas na tarde de hoje e caiu, causando estragos, que poderiam ser bem maiores.


Segundo informações de moradores da zona, a queda ocorreu depois das 14:00 quando três crianças estavam junto à parede, mas conseguiram correr quando esta caiu e assim evitar uma tragédia maior.
Os Serviços de Protecção Civil já tomaram conta da ocorrência e vedaram o local e, conforme adiantou à Inforpress o vereador do pelouro, José Carlos da Luz, já nesta segunda-feira, “dependendo do estado das chuvas”, pretendem começar os trabalhos de remoção dos escombros e assim tentar preservar a relva do recinto desportivo, onde ainda continua a cair pedras.
Questionado sobre as razões do acontecido, a mesma fonte disse não haver erros técnicos, mas sim causada pela “pressão” das cheias e da terra, situada nessa parte exterior do campo.
“Porque já caiu muita chuva e consequente muito caudal. Há muito tempo que São Vicente não via uma chuva assim e ainda vai continuar”, considerou.
Além desta ocorrência, José Carlos da Luz disse ter-se registado mais duas, uma relacionada com um sem-abrigo, que já foi realojado e também com um homem que foi levado ao hospital, depois de soterrado numa casa de lata, na zona de Ilha de Madeira.
Mas, segundo a mesma fonte, não apresentou “nada de grave” e a situação em São Vicente “ainda continua controlada”.
Cabo Verde encontra-se desde sexta-feira sob os efeitos de uma depressão tropical, e que, conforme os serviços meteorológicos, deve permanecer até segunda-feira.
As chuvas têm caído em quase todas as ilhas, mas com estragos “mais graves” na ilha de Santiago.
LN/AA
Inforpress