Estrelas do Passado



Mané Djodje é daqueles futebolistas que, pela sua forma de jogar, pela correcção e postura, fica gravado na memória de quem o viu actuar, por mais anos que viva. 


Abel Barreto foi sem sombra de dúvidas um dos melhores futebolistas cabo-verdianos de sempre. 


Um central possante que jogava com uma disciplina impressionante, Agnelo Ramos, entrou na cena futebolista ainda muito jovem a jogar pela equipa de São Paulo do Bairro da Achada de Santo Antonio, com passagens para o Prédio, Varanda e Babolacha.


Logo após a Independencia  e  com apenas 18 anos,  depois de duas épocas a jogar no Sporting da Praia (1973/74 e 1974/75), Mariano, “Tchibiu”, partiu para Portugal  aproveitando de um vôo oferecido pelo governo Português.


Considerado um dos melhores avançados que jà passou para os estàdios de Cabo Verde, um avançado com faro para o golo, Valodia Pires representou a selecção de Cabo Verde de 1994 a 1996, marcando 4 golos em 7 jogos, o que é muito devido à inactividade da selecção na altura.