João Gomes destacou-se na década de 1980 como um dos melhores guarda-redes de Cabo Verde.


John Guguta, como é chamado, defendeu as cores do Amarantes, CS Mindelense, Derby e Académica, todas equipas de São Vicente, ilha que o viu nascer.

Ainda na memória de muitos cabo-verdianos o guarda-redes foi a primeira opção para a baliza da selecção de Cabo Verde por 8 anos.


Em pé, da esq. para a direita: Quim (já falecido), Zé de Nhana, Albino, Balalam de Pinto, Noel Piça, Abel São Vicente, Nha Kapa, Zé Maria, Djoni Guguta e Toca (já falecido)
Agachados, da esq para a direita : Box, Cadino (já falecido), Bassana, Djoblas, Abel Praia, Rubom (já falecido) e Zé gaiado.

Durante uma digressão para os Estados Unidos, em 1989,  com a Académica de São Vicente o guarda-redes e mais 8 atletas desertaram o clube e ficaram.

John Guguta continuou a carreira nos Estados Unidos na equipa semi-profissional do Stingrays, tendo sido contratado para o NE Revolution da MLS e procurado pelo Sporting de Portugal.

Na liga LASA (Luso American Soccer Association) o são-vicentino representou Lusitanos de Lowell, Portuguese American, Portuguese Sporting,  e Academica.

O antigo guarda-redes ainda representou algumas equipas de veteranos em New Bedford, Massachusetts, cidade onde vice.

ADP