Nascido a 22 de Janeiro de 1972, em Ribeira da Barca, Ilha de Santiago, José Jorge Gomes de Oliveira Almeida, conhecido por Zézinho, começou a dar os primeiros toques na bola aos 12 anos no Vitória de Lisboa.


Estreou-se como sénior, aos 16 anos, no Sanjoanense.

Mudou-se para o Sacavenense e depois para a Prior-velho, no seu primeiro ano de sénior, e depois Oriental.

Na época 1993/94 transferiu-se para o Académico de Viseu, onde permaneceu 4 temporadas, compartilhando os relvados com os cabo-verdianos Zé de Angola, Gerson Duarte de Sousa Lobo e mais tarde Pinha.

Sagrou-se duas vezes campeão no Académico de Viseu, tendo-se destacado e foi contratado pela União de Leiria, em 1997/98.

Permaneceu 4 anos no Leiria, sagrando-se campeão, e ajudando o clube na subida à primeira divisão.

Um médio ala (extremo) muito rápido, tecnicista e forte no drible foi considerado 4 vezes melhor jogador em campo pela União na primeira divisão.

Em 2002/2003, ajudou a União a chegar á  final da  taça de Portugal onde defrontou o FC Porto.

Regressaria ao Académico de Viseu em 2003/2004, passando depois para o Estarreja.

O extremo, que teve treinadores como, Vítor Oliveira, Mário Reis, Manuel Cajuda, Manuel José e José Mourinho, decidiu pôr fim á carreira de futebolista no Penalva do Castelo, em 2005/2006.

Fez parte da Seleção na histórica conquista da Taça Amilcar Cabral em 2000.

O maior êxito futebolístico até ao presente da seleção A dos Tubarões Azuis.

Cabo Verde, que em 1979 estreou-se na primeira edição da prova, conseguiu conquistar o título que perseguia por quase 21 anos, ao vencer a Seleção do Senegal por 1-0 no jogo da final, disputado no Estádio da Várzea, com o golo apontado pelo avançado e capitão Toy de Sal,com a assistência de Zézinho.

Tinha apontado o golo de 1-0 de Cabo Verde sobre a Serra Leoa em jogo da fase de grupos.

Vive em Portugal e atualmente é treinador adjunto da equipa de juvenis do Académico de Viseu

ADP
CrioloSports