A direcção da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF)  está determinada em institucionalizar no país, a prática do futsal, tendo já apresentado uma proposta de financiamento junto da FIFA para a sua implementação.


De acordo com o director técnico da FCF, Pedro “Juca” Elias, pretende-se com esta iniciativa trabalhar com afinco, para a oficialização dos campeonatos regionais e nacionais no País, de forma que Cabo Verde possa vir a ter a sua selecção nacional nesta modalidade.

É intenção organizar, inicialmente, os regionais e outras provas internas nas ilhas com melhores condições de trabalho, visando acelerar o projecto, para posteriormente dar continuidade nos outros pontos.

A FCF considera tratar-se de um projecto credível para um país que conta com um número placas desportivas consideradas “significativas”, em todas os concelhos e ilhas, “quanto mais não seja uma modalidade que não envolve grandes custos”.

Para a materialização deste projecto, consta a criação de escolas de futsal, mediante o envolvimento nos estabelecimentos escolares para que os mais jovens possam interessar-se pela modalidade, a implantação de comissões representativas em todas as regiões desportivas e formação de árbitros, de entre outras apostas.

Acredita a direcção técnica da FCF que Cabo Verde tem potencial a este nível e que com um trabalho programado e abnegado, o país poderá estar a competir a nível internacional “e a ombrear-se a grandes selecções por este mundo fora”.

O projecto para a implantação do futsal em Cabo Verde vem sendo incentivando desde a direcção cessante, tendo inclusive feito chegar ao país a equipa do Benfica, na altura detentora do campeonato da Europa, o misto de Angola, a equipa angolana do Toyota Luanda, que se juntaram ao misto de Santiago.  
Fonte: Inforpress