As ilhas de Santiago e de São Vicente dominaram o campeonato de Cabo Verde em ténis, concluído na noite de hoje, arrebatando os sete títulos em disputa, ficando as ilhas do Sal e de Santo Antão em branco.


Santiago conquistou o título nacional nas classes sub-14, por Tiago Cabral, sub-16, por Vanderley Vieira, sénior feminino (Nadine de Pina) e veteranos (Carlos Pereira).
São Vicente, por seu lado, triunfou em sub-12, por Alexandre Lopes, sub-18, por Gil Jesus, e em sénior masculino, a grande final de todas as classes, por Eduíno Lima que derrotou Marvin Silva, também de São Vicente, por 6-4 e 6-0.
O campeonato de Cabo Verde de ténis foi este ano organizado em moldes inéditos, ao reunir durante 10 dias em São Vicente, em vez dos três habituais, dezenas de tenistas das ilhas de São Vicente, Sal, Santo Antão e Santiago, o que permitiu o aumento do número de jogos e, logo, o aumento da competitividade, segundo o presidente da Federação Cabo-verdiana de Ténis, José Almada Dias.
O modelo, segundo a mesma fonte, deve ser aplicado no próximo campeonato, em 2018, previsto para realizar-se na ilha de Santiago.
Entre outras individualidades, as finais da tarde de hoje, no Clube Ténis do Mindelo, foram presenciadas pelo presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, e pela presidente do Comité Olímpico Cabo-verdiano, Filomena Fortes.
Fonte: Inforpress