O primeiro-ministro prometeu hoje trabalhar com os parceiros nacionais e internacionais para mobilizar recursos financeiros necessários para a implementação da Cidade Desportiva, infra-estrutura a ser edificada nos arredores do Estádio Nacional, avaliada em 112 milhões de contos.


José Maria Neves fez esta promessa durante a cerimónia pública de apresentação do projecto Cidade Desportiva, elaborado pela empresa César Freitas Arquitetos, e que o Governo “quer construir nos próximos três ou cinco anos”.
Referenciado como um projecto complexo de dimensão nacional e projecção internacional, a Cidade Desportiva, também conhecida como “Complexo Desportivo da Cidade da Praia”, está projectada para ocupar uma área de 79,4 hectares (equivalente a 79 campos de futebol).
Já a ministra da Educação e Desporto destacou a qualidade deste projecto arquitectado para ser uma marca de referência na Comunidade dos Estados para o Desenvolvimento Económico da África Ocidental (CEDEAO), nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e mesmo na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
Fernanda Marques disse que para além da sua vertente social, a Cidade Desportiva terá uma responsabilidade de forma contribuir para Produto Interno Bruto (PIB) do país.
O Projeto Cidade Desportiva será edificado em Achada São Filipe, “Monte Vaca”, com um conjunto de infra-estruturas desportivas, fazendo também parte do projecto, o recém- inaugurado Estádio Nacional.
Das novas infra-estruturas a serem edificadas constam uma piscina olímpica, pavilhão multiuso, centro de estágio, praça, parque multifuncional, campos de treinos, campos de golfes, áreas comerciais, restaurações/hotelarias, parque aventura de entre outros.
De acordo com o arquitecto César Freitas, a infra-estrutura vai albergar uma área ocupacional de 390 mil metros quadrados, dos quais 100 mil metros quadrados virados para o desporto e 175 mil para o conjunto habitacional.
Fonte: Inforpress