O seleccionador de Cabo Verde de andebol feminino de sub-18 considera que o país vai a Argélia disputar Jogos Africanos da Juventude, que se realizam de 18 a 27 do corrente, determinado para lutar para os primeiros lugares.


Em entrevista à Inforpress, Jean Pierre Spencer disse que pelo nível do andebol que já se pratica no país, aliado à sua experiência nos palcos africanos, “já é tempo de Cabo Verde começar a pensar em obter resultados”, alegando que neste estágio na capital, a equipa tem vindo a realizar um “trabalho meritório”, a nível técnico e táctico.
O timoneiro avançou que as seleccionadas estão sendo submetidas a trabalhos de grupo, sobretudo a nível de cruzamento e entrada, para criar superioridade numérica de forma que a equipa chegue entrosada em Argel e consiga superar os obstáculos.
O objectivo da participação de Cabo Verde nestes Jogos Africanos da Juventude, segundo Jean Pierre Spencer, é alcançar “pelo menos, um lugar no pódio”, independentemente de enfrentar “equipas de grande gabarito e de porte físico totalmente ao que se encontra em Cabo Verde”.
O técnico mostra-se “satisfeito pela forma como as atletas responderam a convocatória”, sublinhando que, apesar do final da época, as atletas apresentaram-se em “boa forma física”, porquanto algumas vieram do campeonato nacional.
A comitiva cabo-verdiana está concentrada desde a tarde de sábado no Estádio Nacional, onde se encontra alojada, mas tem realizado treinos bi-diários, intensivos no Pavilhão Desportivo Vavá Duarte, em Chá d’Áreia, sob as ordens dos técnicos Jean Pierre Spencer (principal) e Edisânia Oliveira (adjunta).
Lista das seleccionadas:
Prédio (Santiago Sul): Isandra Semedo, Nadine Pina, Nádia Pereira e Kira Tavares
ADR Picos (Santiago Sul): Darlene dos Santos e Ivanilda Semedo.
Garridos São Domingos (Santiago Norte): Elsa Ferreira e Iliana Cardoso.
Amarante (São Vicente):  Melanie Lima e Risolene da Cruz.
Tabanka (Santiago Norte):  Rute da Veiga e Francelina Medina.
Super Estrelas (Santo Antão): Mirian Sousa.
Graciosa (Santiago Norte): Mayra Almeida.
Inforpress