A Federação Cabo-verdiana de Andebol considerou hoje que presença do ministro do desporto na reunião da Comissão Executiva da Confederação Africana de Andebol foi “determinante” para a vitória da candidatura de Cabo Verde à organização do CAN’2014.


Em reacção à atribuição de Cabo Verde a responsabilidade para organizar o Campeonato Africano das Nações (CAN’24)em andebol feminino, o presidente federativo sublinhou que a Federação Cabo-verdiana de Andebol foi a única das candidaturas que se fez acompanhar da tutela do Desporto, Fernando Elísio Freire, salientando que para a organização o feito terá tido “peso” na tomada de decisão.
Nelson Martins asseverou, por outro lado, que Cabo Verde apresentou um dossier muito bem elaborado, ao apresentar todos os requisitos necessários para a organização de uma prova do género.
A Confederação Africana de Andebol, recorde-se, atribuiu, na sexta-feira, 27, a Cabo Verde, a organização do Campeonato Africano das Nações de 2024, a nível feminino, durante a sua reunião da Comissão Executiva, realizada em Abijan (Costa do Marfim), à margem do 40º Campeonato de África dos Clubes Campeões’2018.
Esta foi a segunda vitória de Cabo Verde através da Federação Cabo-verdiana de Andebol, instituição que recentemente ganhou a candidatura para organizar em 2019 o Campeonato Africano dos Clubes Campeões, em andebol sénior feminino.
Inforpress