A selecção cabo-verdiana de andebol encontra-se, neste momento, em escala em Roma (Itália) com destino a Tunísia, onde esta quinta-feira faz a abertura da fase final do 24º Campeonato Africano das Nações com os anfitriões da Tunísia.


O presidente da Federação Cabo-verdiana de Andebol, Nélson Martins, que chefia a comitiva crioula, avançou à Inforpress esta manhã que “ultrapassado os problemas logísticos a selecção nacional está motivada e concentrada para fazer uma boa participação nesta prova africana”.
Depois de uma semana de estágio no solo português, o líder federativo desdobrou-se numa autêntica maratona nos últimos dias, para resolver o problema de alguns dos atletas convocados e que militam na Europa que estavam com problemas de documentação para reentrarem no espaço europeu.
Já o guarda-redes do Desportivo da Praia, Josimar Tavares “Lenine” teve de viajar directamente de Cabo Verde para se juntar à comitiva na Argélia, já que foi recusado o visto de entrada em Portugal, razão pela qual falhou o estágio em Rio Maior.
O jogo inaugural do CAN’2020 entre Tunísia e Cabo Verde está calendarizado para as 18:30 locais (16:30) de Cabo Verde.
O CAN’2020 realiza-se de 16 a 21 do corrente e Cabo Verde partilha o Grupo C com as equipas nacionais da Tunísia, Costa do Marfim e Camarões.
Inforpress