Os atletas Wisa Gomes, Sandra Borges, Adysângela Moniz e Mario Camões partiram, esta quarta-feira, para Tunísia, onde lutarão pela qualificação para o Rio2016, no campeonato africano de judo, que acontece de 08 a 10 deste mês.

A comitiva de atletas é liderada pelo treinador Alfredo Tores, e as perspetivas de alcançar os jogos é no mínimo desafiador, já que os cabo-verdianos encontrarão pela frente os melhores da África e terão de alcançar no mínimo prata, para se qualificarem.

O campeonato que decorre em Tunes será decisivo para a levar os judocas ao Rio, por mérito, na medida em que os 24 lugares reservados à África, para a modalidade serão decididos neste evento.

Com um quinto lugar geral e terceiro em África, no Open Casablanca, realizado no último mês, Adysângela Moniz apresenta-se como a mais perto da qualificação

Depois deste campeonato a qualificação será feita por lugar no ranking mundial, o que dificultará certamente os cabo-verdianos que encontram-se ainda abaixo dos qualificáveis.

A última esperança será a “Wild Card”, atribuída pelo Comité Olímpico Internacional.

Portanto Cabo Verde tem de estar em máxima para poder chegar ao Rio por mérito próprio.
Fonte: COC