O mestre em Karaté Daniel Pina foi premiado na passada sexta-feira, em Barcelona, como o melhor mestre do ano em artes marciais, durante gala Internacional Barcelona hall of Honors, tendo dedicado o prémio a Cabo Verde.


Na sua página pessoal do Facebook, Daniel de Pina manifestou-se igualmente orgulhoso, pelo facto de a II edição do Cabo Verde “Hall of Fame Internacional Martial Arts”, da qual é presidente e fundador, ter sido também reconhecida como melhor Hall of Fame do Ano.
A segunda edição do Cabo Verde Hall of Fame International Martial Arts teve lugar em Julho do corrente ano, evento que tem como objectivo reconhecer e premiar indivíduos ou grupos pela sua dedicação ou feitos relevantes no mundo das artes marciais da época desportiva, e ainda reconhecer o contributo de figuras de Cabo Verde no desporto nacional e internacional.
Para o karateca, este reconhecimento é o resultado de “anos de luta, muito esforço, horas de treino e uma vida dedicada ao karaté”, escreve, agradecendo a todos os que nele acreditaram.
“Especial obrigado aos que sempre me apoiaram e acreditaram em mim, aos meus queridos alunos e pupilos, e à minha companheira de todas as horas, a minha esposa. E ao nosso querido Cabo Verde e seu desporto”, manifestou.
Sensei de duas escolas da modalidade na ilha do Sal, Daniel Pina vem sendo desde 2014 nomeado e distinguido com este prémio, cuja distinção é consagrada a pessoas que têm feito algo para o desenvolvimento das artes marciais no seu país e, consequentemente, no mundo.
O evento, realizado em Barcelona, contou com cerca de 75 mestres de 21 países, nomeados em diferentes categorias.
Designer gráfico de profissão, o sensei Daniel abandonou o ofício para se dedicar totalmente às artes marciais, trabalho que tem feito com “amor e dedicação” em prol do crescimento e aperfeiçoamento da modalidade na ilha e no país.
Inforpress