Artes Marciais


A Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, na pessoa do seu Presidente, Dr. Manuel de Pina, homenageou hoje, dia 27 de Dezembro, o filho da terra, Domingos Barros, conhecido no mundo desportivo da Luta Livre, por “Destruidor”.


O atleta cabo-verdiano que se destaca na Europa em luta livre, Domingos Barros, prometeu hoje, durante uma homenagem que lhe foi prestada pela edilidade da Ribeira Grande de Santiago, criar uma escola da modalidade em Cabo Verde.


A selecção de Cabo Verde de Judo encerrou esta quarta-feira a sua participação no Campeonato do Mundo de Azerbaijão com a derrota da Adysângela Moniz na categoria de +78 quilogramas frente a uma atleta chinesa.


O karateca Daniel Pina foi distinguido, pela quinta vez consecutiva, como um dos 300 da lista dos melhores mestres de artes marciais do mundo. A distinção foi feita recentemente numa gala organizada pela World International Self Defense Association – WISDA, em Barcelona, Espanha.


A atleta Maria Andrade esteve recentemente no Japão, onde participou num workshop, com objetivo de partilhar a sua experiencia como atleta, no âmbito da sua escolha como Jovem Inspiradora de Novas Mudanças (YCM) pelo Comité Olímpico Internacional.


Djamila Silva conquistou BRONZE no Open Camarões, que decorreu neste domingo, naquele país africano, na categoria -52kg.


A judoca internacional cabo-verdiana Adysângela Moniz compete hoje em Azerbaijão no Campeonato do Mundo na categoria de +78 quilogramas, como a única esperança crioula neste evento.


A judoca cabo-verdiana Adysângela Moniz conseguiu a medalha de bronze no Open Africano Dakar 2018.


O Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) confirmou hoje a participação do atleta cabo-verdiano de taekwondo Nicalas Fernandes para os Jogos Olímpicos da Juventude, que se realizam em Buenos Aires (Argentina) de 06 a 18 de Outubro.


O atleta Nicolas Fernandes (taekwondo), que deveria estrear-se hoje nos Jogos Olímpicos da Juventude na categoria de -55 quilogramas, não competiu por razões de saúde, segundo avançou o Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC).


A atleta olímpica cabo-verdiana Maria Andrade, praticante de taekwondo, encontra-se no Japão onde irá dissertar num workshop enquanto Jovem Inspiradora de Mudança (YCM, sigla em inglês), do Comité Olímpico Internacional.