Os atletas Denilson Pereira, Aleida Santos, Ariana Tavares e Juvelindo Leal venceram hoje a  nona edição da mini-maratona de Serra Malagueta, para assinalar o 05 de Junho, Dia Mundial do Ambiente.


A prova, que arrancou às 11:00 no Parque Natural de Serra Malagueta, em Santa Catarina (Ilha de Santiago), tinha como percurso a estrada de terra batida que atravessa a parte florestal do parque com três distâncias.
No  sénior feminino, participaram 11 concorrentes  com um percurso de 4 quilómetros (km), mas coube a jovem de São Vicente, Aleida Santos cortar a meta em primeiro lugar, apesar de ter considerado que "a corrida foi bastante difícil devido ao percurso e ao sol, que não ajudaram muito".
Na categoria cadete masculino e feminino houve uma participação de 24 jovens que percorreram uma distância de 3,5 km, mas a jovem Ariana Tavares e Juvelindo Leal, ambos de Santa Catarina, ficaram com o troféu de primeiro classificado.
Já no percurso mais longo, 15 km, para sénior masculino, participaram 29 atletas, com  Denilson Pereira, de Santa Catarina, a chegar primeiro à meta.
Para o atleta, esta corrida foi apenas uma preparação para a maratona de 32 km nas  Canárias, na qual vai participar no  dia 17 de Junho.
Em segundo lugar ficou Ilídio Freire de São Lourenço dos Órgãos, seguido de Osvaldo Tavares, de Tarrafal.
Para o director do parque Natural de Serra Malagueta, João Mascarenhas,  não existe melhor forma de assinalar o dia do ambiente que não seja com um casamento entre o desporto e a natureza.
Sendo o lema deste ano escolhido pelas Nações Unidas,  focar no "Comércio ilegal de fauna  e flora selvagem" o director do Parque disse que é preciso proteger e divulgar as espécies endémicas do parque natural de Serra Malagueta.
"Nós como temos plantas e animais endémicas na Serra, temos por obrigação de abraçar esse lema e dar visibilidade para  que as pessoas possam conhecer essas especiais endémicas. Temos um conjunto  de 30 plantas endémicas  e 19 aves que merecem a nossa atenção, divulgação e conhecimento", disse.
Este dia, conforme disse serve ainda para divulgar o decreto lei 7 de 2002 de 30 Dezembro que protege os animais, como garça vermelha, gonbon e tchota cana.
Depois da corrida, os atletas encerram a actividade com plantação de plantas no parque Natural de Serra Malagueta.
Fonte: Inforpress