O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, anunciou hoje que o Governo vai atribuir medalha de mérito ao Gracelino Barbosa, atleta que, recentemente, conquistou uma medalha de bronze nos Jogos Paraolímpicos que decorreram no Rio de Janeiro, Brasil.


O chefe do Governo fez este anúncio durante uma recepção da delegação cabo-verdiana que esteve no Rio de Janeiro, onde, pela primeira vez, Cabo Verde conquistou uma medalha olímpica.
Segundo Correia e Silva, a medalha de mérito vai ser um momento para o executivo homenagear também todos aqueles que participaram, quer nos Jogos Olímpicos, quer nos Paraolímpicos.
“Todos tiveram uma grande prestação”, disse o primeiro-ministro, referindo-se aos atletas cabo-verdianos, que, conforme afirmou, muitos nunca tinham sonhado com estes feitos.
Para o chefe do executivo, os atletas nacionais conseguiram demonstrar que, efectivamente, Cabo Verde, enquanto país pequeno, “pode fazer coisas grandes”.
Reconheceu, por outro lado, que não é fácil ganhar uma medalha, uma vez que se trata de eventos em que o arquipélago compete com países, cujos atletas têm “melhores condições para se prepararem”.
Na perspectiva de Correia e Silva, ganhar uma medalha na “bela cidade do Rio de Janeiro é um marco que fica para a história”.
Prometeu que o seu Governo vai continuar a apoiar o desenvolvimento do desporto e desejou que Gracelino Barbosa repita o feito nas próximas competições.
Por sua vez, o ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, considerou que Gracelino Barbosa é o “exemplo perfeito” do cabo-verdiano que é um povo que supera as suas dificuldades.
Em declarações à Inforpress, o atleta paraolímpico deixou transparecer a sua alegria no momento em que subiu ao pódio para receber a medalha de bronze.
“Foi uma emoção tão grande que não consigo explicar”, declarou Gracelino Barbosa que manifestou a sua ansiedade em chegar à sua terra natal, Tarrafal, para mostrar aos familiares e amigos ali residentes a medalha que conquistou no Rio de Janeiro.
Gracelino Barbosa conquistou o terceiro lugar na corrida dos 400 metros dos jogos paraolímpicos do Rio de Janeiro.
Por outro lado, o ministro do Desporto recebeu hoje, em audiência, o vice-presidente da Comissão Técnica da Federação Internacional de Basquetebol (FIBA), Lubomir Koltleta.
Fonte: Inforpress