O atleta paraolímpico internacional cabo-verdiano, Gracelino Barbosa, conquista medalha de ouro nos 100 metros no Campeonato do Mundo para atletas com insuficiências intelectuais, que decorre durante esta semana em Bangkok, Tailândia.


Este é mais um título conquistado pelo atleta de 28 anos, nascido no Tarrafal de Santiago e que é referenciado, juntamente com Márcio Fernandes, pelo Comité Paralímpico de Cabo Verde como os maiores atletas cabo-verdiano dos desportos paralímpicos.

Para além da prova dos 100 metros, Gracelino Barbosa, medalha de bronze nos 400 metros, categoria T-20 (deficiente intelectual) nos Jogos Paralímpicos de Rio’2016, vai competir ainda em Bangkok, nas disciplinas de velocidades (200 e 400 metros).

O atleta promete dar o seu máximo, mas avisa que não se encontra na sua melhor forma, pois que, curiosamente, desde a sua consagração na maior montra do desporto mundial, passou “por um período negro” por dificuldades para treinamento, alegando que praticamente perdeu o emprego.

Recorde-que, Gracelino Barbosa conquistara a medalha de bronze na XV dos Jogos Paralímpicos Rio’2016, Brasil, com o tempo de 48:55 segundos na prova dos 400 metro categoria T20 (deficiente intelectual), tendo sido batido pelo brasileiro Daniel Martins, campeão e recordista do mundo da categoria em título (medalha de Ouro) e pelo venezuelano Paiva Luis Arturo (medalha de Prata).

fonte: asemana