O atleta olímpico cabo-verdiano, Jordin Andrade, medalha de ouro nos Jogos da Francofonia, falhou, domingo, o acesso a final no Mundial dos 400 metros barreiras, realizado em Londres, ao terminar a primeira fase no sexto lugar.


Jordin Andrade, atleta crioulo, actualmente a representar as cores do Sporting Clube de Portugal, gastou 50 segundos e 32 centésimos, pelo que esteve aquém da sua melhor marca do ano, 49,52 segundos.

O velocista foi o único atleta cabo-verdiano presente no Mundial de Londres, marcado pela despedida do velocista jamaicano Usain Bolt.
Fonte: Inforpress