A Associação de Santiago Sul de Atletismo enaltece a organização e a qualidade dos atletas que participaram na Corrida de São Silvestre de Pista, realizada no Estádio Nacional, e marcada pela supremacia das atletas da AJAC (Calheta) em femininos Filipe.


Praticada em parceria com o Comité Paralímpico de Cabo Verde e a Gestão do Estádio Nacional, o Campeonato de Pista foi disputado nas disciplinas de velocidades dos 100, 400 e 800 metros, masculinos e femininos, com a equipa da Calheta a vencer todas as provas femininas
Nos 100 metros, considerada a prova rainha, Lúcio Rocha, da Achadinha, Cidade da Praia, foi o mais rápido, em masculino, ao cortar a meta em 10:56 segundos, seguidos de Nataniel Pires (Achada de santo António), com o tempo de 10:69 segundos, enquanto Older Lima fechou o pódio ao classificar-se no terceiro ligar, com a marca de 10:79 segundos.
Nos 100 metros femininos, Eveline Sanches, da AJAC, da Calheta, venceu a prova com o tempo de 12:34 segundos, seguida de Edneia (Achada de São Filipe) que fez o percurso em 12:60, relegando Diana Santos (Boa Vista) para o terceiro posto com o tempo de 12:86.
Já na prova dos 400 metros femininos, Eveline Sanches, da Calheta, voltou a dominar, tendo vencido, com o tempo de 01:01:47 minutos, seguida de Edineia Almeida (São Filipe) 01:06:00 e Neusa da Silva (Calheta) 01:07:47 minuto.
Nesta mesma distância em masculinos, Inácio Ferreira foi o mais rápido com o tempo de 50,72 segundos, ao bater a concorrência de Lúcio Rocha (Achadinha) 51,87 segundos e Nataniel Lopes Pires (ASA) 53:12 segundos.
Enquanto isto, Magda Moreira (AJAC, Calheta São Miguel), ganhou a prova dos 800 metros femininos, com o tempo de 02:33:80 minutos, ao cortar a meta à frente de Mayra Moreia (AJAC) 02:38:63 minutos e Zeila Rodrigues (Castelão) 02:45:31.
Na prova masculina dos 800 metros, Inácio Ferreira foi o vencedor, com o tempo de 02:06:84 minutos, seguido de Isaías Pinto Tavares (Calabaceira) 02:07:42 minutos, ao passo que Osvaldo Delgado Freire (Paiol, Coqueiro) classificou-se no terceiro posto, com a marca de 02:11:20 minutos.
João Pires, da Associação de Santiago Sul de Atletismo, disse á Inforpress que os atletas se apresentaram a um ritmo muito forte e que a prova foi marcada por lutas renhidas, entre atletas de diferentes regiões da ilha, mas que em feminino ficou bem clara o “notável” trabalho que tem estado a ser feito em Calheta de São Miguel, com uma aposta clara nos escalões de formação.
Para a semana, 30, avançou, está prevista a realização da tradicional prova de São Silvestre de Estrada da Cidade da Praia.
Inforpress