A Federação Cabo-verdiana de Atletismo vai apostar durante 2018 em formações nacionais para treinadores, campeonato nacionais e meia maratona, participação nas provas internacionais, como o Campeonato d´África de Corta Mato, Campeonato do Mundo da meia maratona e campeonatos juniores da CEDEAO.


De acordo com o calendário oficial de eventos para 2018, Cabo Verde estará a competir, no dia 17 de Março, no Campeonato de África de corta mato, em Chief (Argélia), para, a 24 do mesmo mês, participar no Campeonato do Mundo da meia maratona em Valência (Espanha).
Segundo federação nacional da modalidade, o arquipélago vai marcar presença nos Jogos das Ilhas, agendados para acontecer de 22 a 27 de Maio, em Cecília (Itália), e no Campeonato de Juniores II da CEDEAO, que se realiza de 22 a 24 de Junho , em Acra (Gana).
De 22 a 24 de Junho, está prevista a participação de uma delegação cabo-verdiana no Campeonato de Júniores da Região II da CEDEAO, em Acra (Gana), estando igualmente assegurado, entre 10 a 15 de Julho, o envolvimento dos atletas nacionais no Campeonato do Mundo de sub-20, em Tempre (Argélia), assim como nos jogos da CPLP. em São Tomé e Príncipe, que se realizam da14 a 21.
A Federação Cabo-verdiana de Atletismo também calendarizou, no seu plano de actividades, a participação dos atletas cabo-verdianos na fase de qualificação dos Jogos Africanos da Juventude , em Argel (Argélia), também em Julho, e reserva Agosto para a participação no Campeonato d’África séniores em Asaba (Nigéria) e no Campeonato Iberoamericano , em Lima (Perú).
Os Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires (Argentina), agendados entre 06 a 18 de Outubro e a Maratona Internacional de Macau, 03 de Dezembro , completam o quadro da participação dos atletas cabo-verdianos nas provas internacionais durante o ano em curso.
A nível interno, está por designar a região a acolher o nacional da modalidade de sub-20, a nível de clubes, agendados para o meses de Abril e Maio, estando já programada para 25 de Março, a Meia Maratona de Sal, Espargos -Santa Maria.
Inforpress