O atletismo está em alta na região desportiva do Porto Novo, em Santo Antão, onde se destacam os atletas Rafael Alves e João Fortes, com títulos nacionais já conquistados nos 800 metros e 5.000 mil metros, respectivamente.


Rafael Alves, de 17 anos, começou a competir há pouco menos de sete meses, mas já representa Cabo Verde nas competições internacionais, depois de ter conquistado, em Abril, na Cidade da Praia, o ouro nos 800 metros e a prata nos 1500 metros, no campeonato nacional juvenil.
Este jovem atleta está de partida para Argélia, onde, entre os dias 18 e 28 de Julho, vai defender as cores nacionais nos Jogos Africanos da Juventude.
Rafael Alves, orientado por Eliseu Fortes, uma das principais figuras do atletismo em Santo Antão, faz parte de uma lista de cinco atletas que irão representar Cabo Verde na Argélia, nesta importante competição internacional.
A nível regional, Rafael Alves, considerado já uma grande esperança do atletismo nacional, venceu, esta temporada, a aprova dos 1500 metros.
João Fortes, um atleta já experimentado, que tem estado em grande destaque nas provas regionais, sagrou-se, esta temporada, na ilha do Sal, campeão de Cabo Verde nos 5.00O metros, feito muito saudado pelos agentes desportivos em Santo Antão.
Santo Antão, que ficou esta temporada no terceiro posto a nível nacional, conseguiu duas medalhas, conquistadas por João Fortes (ouro) e William Coutinho (prata), ambos do Porto Novo, facto que demonstra o bom momento do atletismo porto-novense.
William Coutinho conquistou este ano a medalha de prata em salto em cumprimento, mas, em 2017, havia conquistado o ouro nacional, nesta mesma disciplina.
A nível de Santo Antão, os atletas do Porto Novo têm tido, nos últimos anos, a hegemonia do atletismo santantonense, vencendo praticamente todas as provas.
Isto acontece numa região onde sequer existe uma pista de atletismo (o campeonato regional decorre numa pista improvisada no Estádio Municipal do Porto Novo), uma reivindicação antiga dos atletas.
Inforpress