Uma delegação cabo-verdiana de paralímpicos já se encontra nos Emirados Árabes Unidos, em Abu Dhabi, para participar, pela primeira vez, nos Jogos Mundiais da Special Olympics que decorrem de 14 a 21 de março corrente.


Esta participação de extrema importância para o Comité Paralímpico de Cabo Verde (COPAC) representará um grande passo para o desporto adaptado cabo-verdiano, uma vez que o acontecimento é considerado o maior evento desportivo e humanitário, da qual conta com cerca de sete mil atletas em representação de mais de 170 países.

De referir que a delegação cabo-verdiana é constituída por atletas com deficiência intelectual, nomeadamente Adérito Nunes, António dos Santos, Tamires Rodrigues, Marlene Levy, bem como pelos treinadores Paulo Soares (Praia) e Jaqueline Reis (Sal), além do Presidente do COPAC, Rodrigo Bejarano, e do médico Ernesto Ramos, numa missão chefiada pelo secretário-geral, Elton Gonçalves.

A África estará representada neste certame por delegações de 36 países participantes, com mais de 600 atletas competindo, sendo que a isso incluem mais 14 novos Comités Fundadores para o movimento da Special Olympics, dos quais Cabo Verde, Burundi, Chade, Congo, Guiné Equatorial, Etiópia, Guiné, Guiné-Bissau, Lesoto, Libéria, Madagáscar, Moçambique, Níger e Sudão do Sul.
Fonte:COPAC
Foto: Inforpress