Antônio dos Santos, Titio, conquistou medalha de Ouro para Cabo Verde, categoria 100 metros, nos Jogos Mundiais das Olimpíadas Especiais que decorrem de 14 a 21 de março corrente, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.


Segunda medalha de Ouro para o cabo-verdiano nos jogos. Tinha conquistado Ouro em 200m.

Cabo Verde, que participa este ano pela primeira vez, fez história, tendo terminado a prova com duas medalhas de Ouro, ambas conquistadas por Titio, duas de prata (Adérito Nunes e Tamires Rodrigues), um quarto lugar (Marlene Levy) e um sétimo lugar (Adérito Nunes medicado por febre " entrou" na pista.. demonstrando muito respeito e amor a camisola nacional).

Cabo Verde enviou uma delegação constituída por atletas com deficiência intelectual, nomeadamente Adérito Nunes, António dos Santos, Tamires Rodrigues, Marlene Levy, bem como pelos treinadores Paulo Soares (Praia) e Jaqueline Reis (Sal), além do Presidente do COPAC, Rodrigo Bejarano, e do médico Ernesto Ramos, numa missão chefiada pelo secretário-geral, Elton Gonçalves.

Os Jogos Olímpicos Especiais são realizados faz 50 anos. É um movimento humanitário que acontece anualmente através de atividades relacionadas ao desporto e visa proporcionar uma variedade de programas para promover a inclusão social dentro e fora dos jogos.

A edição 2019 conta com a participação de 7 000 atletas de mais de 170 nações.
ADP