A Corrida São Silvestre Praia’2019 vai  atribuir troféus para todos os primeiros classificados em 16 categorias, medalhas para os três primeiros lugares, prémios monetários, bolsa de corredor e brindes.


A Corrida de São Silvestre Praia’2019 realiza-se no sábado, 28, nas distâncias dos 10 e 5 quilómetros, velocidade e paralímpico, com partida e meta na zona requalificada de Kebra Canela e passagem por algumas das principais artérias da cidade e vai contar com o concurso de atletas residentes e na diáspora.
De entre os atletas da diáspora a organização já tem assegurada a participação de Toyzinho, proveniente da República Checa, inscrito para a prova dos 10 km e Keila  que veio de Portugal e que estará  nos 5 km não competitivo.
A nível dos residentes atletas internacionais da actualidade como Wilson Cabral, Edéna Lima, afiguram-se como alguns dos nomes de elite que se perfilam como os potenciais candidatos ao título
A organização, a cargo do manager Orlandinho Mascarenhas, conta ainda realizar provas direccionada para desporto adaptado, designadamente visuais, amputados, cadeirantes, paralesia e surdos, de modo a preservar a inclusão social, uma medida implementada desde este mentor recuperou a tradicional prova de São Silvestre da Praia.
O dirigente disse esperar uma “grande participação” dos atletas para esta prova que sistematicamente vem aliciando a atenção da fina classe do atletismo cabo-verdiano, masculino e feminina e que anualmente tem estado a receber atletas cabo-verdianos residentes na diáspora.
O São Silvestre Praia’2019  vai ter quatro pontos de água para a prova dos 10 quilómetros e dois pontos para os concorrentes dos 5 Km, para além da meta.
A organização conta para este evento com a parceria de instituições como a Federação Cabo-verdiana de Atletismo, a Federação Cabo-verdiana do Desporto Adaptado, a Câmara Municipal da Praia e a Polícia Nacional, da Sita e da Caravan Fragancias, de entre outras.
As inscrições já se encontram aberta com o prazo limite até ao dia da prova.
Inforpress