O atleta olímpico cabo-verdiano residente nos Estados Unidos da América Jordin Andrade, especialista nos 400 metros barreiras, está determinado na intensificação dos seu plano de treino, visando a sua qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio’2020.


O atleta, que representou Cabo Verde nas olimpíadas de Rio de Janeiro’2016, tem já calendarizado a sua participação em três competições internacionais previstas para a 21 do corrente no Houston TX, a 02 de Abril no Flórida Relays em Gainesville FL e a 16 deste mesmo mês no Mt Sac Relays no Nogueira, todos nos EUA.
Jordin Andrade é referenciado como um dos maiores atletas do atletismo cabo-verdiano, tendo superado em Fevereiro o seu próprio recorde nacional ao superar a marca de 48,46 segundos nos 400 metros rasos que detinha desde Março de 2018 para bater novo recorde de 48,02.
Apesar da pandemia do Covid-19 que tem cancelado um grande número de actividades desportivas no mundo, sabe-se, entretanto, que Japão mantém a sua intenção de realizar os Jogos da XXXII Olimpíada, no segundo semestre do ano em curso.
A realização do Tóquio’2020 está mesmo a suscitar alguma quezila diplomática com o presidente do Estados Unidos da América, Donald Trump, a defender o adiamento do Jogos Olímpicos, tendo o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, reagido e garantido que vão prosseguir com os planos que estão delineados para que os jogos se realizem entre 24 Julho a 09 de Agosto.
“Temos que ultrapassar a infecção (pandemia do Covid-19) e queremos receber os Olímpicos e Paralímpicos, tal como planeado”, disse Shinzo Abe, acrescentando que o Japão continua “a coordenar bem” com o Comité Olímpico Internacional (COI) a realização do maior evento desportivo mundial.
SR/ZS
Inforpress