Atletismo



Márcio Fernandes, campeão mundial dos jogos paraolímpicos na modalidade de lançamento de dardo, entra em acção no dia 09 de Setembro para defender o título, revelou o chefe da delegação cabo-verdiana, Orlandinho Mascarenhas.


Jordin Andrade, 24 anos, nascido nos EUA, filho de pai cabo-verdiano, tornou-se ontem no primeiro atleta cabo-verdiano a passar para as meias-finais de qualquer competição nos Jogos Olímpicos.


 A velocista cabo-verdiana Lidiane Lopes, que se estreia hoje nos Jogos Olímpico do Rio de Janeiro disse à Inforpress que as expectativas “são boas” e a intenção é passar a próxima fase da prova de 100 metros rasos.


O Comité Olímpico Cabo-verdiano protestou a desqualificação de Jordin Andrade nos 400 metros barreiras, disputado, hoje, dia 15, no Estádio Olímpico do Engenhão.


Os atletas Keny Miranda, dos Mosteiros, em masculino, e Sandra Helena de Pina, de São Filipe, em feminino, foram os vencedores da prova de atletismo do Dia do Município dos Mosteiros e de Nossa Senhora da Ajuda.



Jordin Andrade ficou em 4° lugar na sexta série dos 400 metros barreiras, disputado no Estádio Olímpico do Engenhão.


Cabo Verde vai estrear nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro´2016 na próxima sexta-feira, 12, (às 13:55) com a atleta Lidiane Lopes nos 10 metros rasos, prova a realizar-se no Estádio Maracanã.


Lidiane Lopes ficou no quarto lugar na primeira eliminatória da fase preliminar da prova de 100 metros rasos.


A selecção de Cabo Verde dos desportos adaptados terminou a sua participação nos X Jogos da CPLP, que se realiza na ilha do Sal, com a conquista de cinco medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze.


Márcio Fernandes, campeão do mundo em lançamento de dardo, e Gracelino Barbosa nos 400 metros barreiras vão estar em Cabo Verde de 21 a 28 deste mês para recarregar baterias antes de partirem para os Jogos Paraolímpicos Rio2016.


Cabo Verde já tem mais uma atleta no Rio´2016, a velocista Lidiane Lopes.