Atletismo


O ultramaratonista português de referência mundial, Carlos Sá e o paralímpico luso-cabo-verdiano, Jorge Pina, vão ser os padrinhos da Corrida de São Silvestre Praia’2016, na categoria olímpica e paralímpica, evento que se realiza a 31 de Dezembro.


Os cabo-verdianos Danilson Pereira e Joaquim Fortes venceram, no último fim-de-semana, a edição de 2016 da prova de montanha Tinajo x Race 2016, disputado em Lanzarote, Ilhas Canárias.


Doze atletas da Emicela Team de Cabo Verde partem quinta-feira, para Portugal onde vão participar na sexta edição de Grande Trail de Serra D´Arga, nas provas de 13, 23, 33 e 53 quilómetros.


A corrida feminina de São Silvestre Praia’2016 vai ter uma forte concorrência já que as três últimas vencedoras, Sandra Teixeira (Portugal), Sónia Lopes (Itália) e Crislolita Rodrigues (São Vicente) já garantiram as suas presenças para 31 de Dezembro.


O maratonista cabo-verdiano residente nos Estados Unidos da América, Ruben Sança, classificou-se na 12ª posição da Meia-maratona “Great North Run”, em Newcastle (Reino Unido) realizado domingo, em homenagem ao 15º aniversário das vítimas de 11 de Setembro, nos EUA.


A cidade da Praia acolhe a 31 de Dezembro a tradicional Corrida de São Silvestre, na categoria olímpica e paralímpica, num total de 19 provas, na qual a organização conta ainda com o concurso de atletas provenientes do estrangeiro.


O atleta cabo-verdiano Márcio Fernandes, campeão do mundo na prova de dardo, falhou hoje o acesso ao pódio da XV edição dos Jogos Paralímpicos Rio'2016, ao terminar a prova em 9º lugar.


O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, anunciou hoje que o Governo vai atribuir medalha de mérito ao Gracelino Barbosa, atleta que, recentemente, conquistou uma medalha de bronze nos Jogos Paraolímpicos que decorreram no Rio de Janeiro, Brasil.


O paralimpico Gracelino Barbosa acaba de conquistar a Medalha de Bronze nos Jogos Paralimpicos Rio2016 nos 400 metros, categoria T20 (deficiente intelectual).


A atleta Olímpica cabo-verdiana Lidiane Lopes que representou Cabo Verde nos Jogos Olímpicos e Londres 2012 e do Rio 2016 encontra-se em testes no Benfica de Portugal ao passo que e a campeã nacional dos 200 e 400 metros rasos Paula Brito encontra-se no União de Leiria já em treinamento.


O atleta paralimpico Gracelino Barbosa qualificou-se para a final dos 400 metros, categoria T20 (deficiente intelectual), nos jogos Paralímpicos a decorrer no Brasil.