Presente na conferencia de imprensa promovida pela Federação de Basquetebol, o internacional Fidel Mendonça não gostou do que viu e ouviu e, não obstante as explicações da Federação liderada por André Delgado, falou "em nome de todos os jogadores" com passagem pela seleção ao afirmar que estes não estarão disponíveis para trabalhar com a atual gestão que considera de "arrogante" e de não respeitar os jogadores.


Isso, sobretudo, porque para além da decisão de não participar do Afrobasket, a FCBB, no seu entender deveria ter comunicado e concertado com eles antes de avançar com tal decisão que afeta os jogadores que almejam estar no maior palco africano de basquetebol e representar o seu país.
Enquanto extensão do Ministério do Desporto, a DGD espera que FCBB e atletas possam entender-se a bem do basquetebol nacional e que se possam criar as condições para que a atual gestão da Federação possa fazer o seu trabalho e levar adiante os seus projetos para engrandecimento da modalidade.
Fonte: DGD