O Governo intercedeu, terça-feira, junto da direcção da FIBA África para avaliar a possibilidade de integrar a selecção nacional de basquetebol de Sénior Masculina nas eliminatórias de Zona II para Afrobasket 2017.


Em comunicado de imprensa, o Governo de Cabo Verde assegura que, apesar das diversas dificuldades que a Federação Cabo-verdiana de Basquetebol tem enfrentado, o Governo de Cabo Verde assumiu perante a FIBA ÁFRICA o compromisso de encetar todos os esforços para que a presença de Cabo Verde nas eliminatórias do Afrobasket 2017 tenha a cobertura oficial da própria FCBB.
Nesta missiva, o Governo justifica esta interferência depois da direcção da FCBB ter deixado ao critério da Direcção-Geral dos Desportos a “prerrogativa de levar avante o projecto” para a participação de Cabo Verde no Afrobasket’2017, cuja eliminatória está prevista para Março próximo.
O comunicado sublinha que decidiu avaliar esta possibilidade após o pedido das associações regionais de basquetebol das regiões desportivas do Fogo, Maio, Santo Antão e Santiago Sul que “fizeram chegar ao Governo pedido de intervenção nesta matéria, no sentido de intervir junto da FIBA para manter a selecção cabo-verdiana nesta competição.
A fase de apuramento para o Afrobasket’2017 arranca em Março, e Cabo Verde, se for aceite, vai disputar as duas vagas da Zona II com as equipas nacionais da Guiné-Conacri, do Mali e do Senegal.
Fonte: Inforpress