A Federação Cabo-verdiana de Basquetebol deu início hoje a uma acção de formação de nível II para treinadores, que decorre no pavilhão desportivo Vává Duarte até 14 do corrente, sendo ministrada por quatro técnicos da Federação Portuguesa de Basquetebol.


Ricardo Vasconcelos, Valdemar Cabral, Jorge Fernandes e António Ferreira são os monitores deste curso promovido pela FCBB, no quadro da sua “missão de dinamizar e promover a modalidade”, evento que conta com a presença de treinadores nacionais de diferentes clubes.
Ricardo Vasconcelos enalteceu a qualidade desta acção de formação, tendo prometido partilhar toda a sua metodologia e da federação que representa, de forma que os formandos consigam sair “mais influentes”, tendo sublinhado que este “curso é muito extenso”.
A título de exemplo disse que vai demonstrar cinco maneiras diferentes de poder defender um bloqueio indirecto, explicando que no fundo, esta formação obriga o treinador a reflectir sobre as opções que faz e como as deve treinar.
“Custa-me a crer que depois de ouvir tantas formas de fazer as coisas, os treinadores continuem a fazer as coisas da mesma maneira que faziam antes de aqui chegar. O bono da formação é a magia que acontece depois de partilharmos”, enfatizou Vasconcelos.
Entretanto, exortou a todos no sentido de reflectirem sobre as temáticas a serem transmitidas, de forma a ser aplicadas nos seus contextos, convicto de que os participantes sairão mais capacitados e com informações interessantes para serem melhores treinadores.
O curso terá a componente teórica e prática, baseada na táctica individual e colectiva, nas vertentes defensivas e ofensivas, defesa ataque sobre várias fases dos jogos, observação de equipas com vídeo, detecção de talentos e metodologia do treino de basquetebol, bem como comportamento de ética de entre outros.
Inforpress