Djenifer Monteiro não irá dar o seu contributo para Cabo Verde fase na final do Afrobasket2019, que realiza-se em finais de Agosto, no Senegal.


Anunciou a própria na sua página oficial de facebook, citando motivos pessoais.

“Por questão pessoal não vou poder estar no Afrobasket2019 no Senegal. Também esta decisão custou-me muito... Já são 10 anos longe da casa da minha família, da minha gente...Todos os anos a trabalhar, treinos a treinos, época por época com também esse objetivo de aprender a jogar basket e representar meu país... Mas como sabem a vida não é só Basket...”, disse a atleta que representa a equipa de Seniores Femininos do Guifões Sport Clube de Portugal.

“Já passei por tanto aqui em Portugal mas nunca desisti... porque é para fracos... mas nesta fase vou estar desligado de tudo que tem ligação com esse desporto... Infelizmente fiz por tudo para isso não vir a acontecer e não deu”, continuou.

“Mas vou continuar a trabalhar... Continuar a lutar...continuar a sacrificar mais ainda porque sei que o caminho é longo. Quando um dia conseguir o que quero finalmente ficarei feliz porque assim meu esforço irá valer a pena por esses anos todos...”, adiantou, pedindo desculpas ás colegas da Seleção de Basket por não poder estar presente.

“Mas vou torcer, sofrer e também viver isso com vocês mesmo de longe. Ta deseja nhs sorte. Sabe ma nhos ta fase bom jogo mesm sem mim pamodi nhos tem TALENTO”, concluiu.

Recordamos que a atleta, que esteve presente nos jogos da Lusofonia em 2012 e no Afrobasket em 2013, ajudou Cabo Verde na qualificação para a prova máxima de basket africano ao vencer a sua congênere da Guiné Conacri por 60-48, no segundo jogo de apuramento disputado no pavilhão desportivo “Vává Duarte”, isso depois de as comandadas de António “Zola” Moreira terem perdido, por 48-50, o primeiro jogo.
ADP