Ivan Almeida acredita que a seleção de Cabo Verde de Basquetebol pode competir com qualquer seleção em África.


Apesar de ter derrotado a Argélia por 99-90, no segundo jogo de qualificação em Argel, a seleção nacional foi eliminada da fase de grupos da eliminatória para o Afrobasket 2021, pois tinha perdido o primeiro jogo com a mesma seleção por 79-67, agregado 169 -166.

Mesmo assim os “Tubarões Martelo” ficaram com a sensação de que em circunstâncias diferentes poderiam ter conseguido a qualificação.

"Apesar do pouco tempo de preparação para a série, mostramos que podemos competir com qualquer seleção em África ", disse o jogador de 31 anos ao FIBA.basketball.

Cabo Verde, recorde-se, não conseguiu fazer um único treino de preparação em conjunto.

Mais, encontrou várias contrariedades em Argélia, provocadas pela Federação local, como a troca de bolas de jogo, impossibilidade de treinar no campo principal, quando a lei da FIBA exige acesso ao campo e a bola do jogo.

O próprio Ivan apenas conseguiu juntar-se á selecao uma hora antes do primeiro jogo, depois de mais de 24 horas de viagem.

"Juntei-me á equipa no estádio uma hora antes do primeiro jogo, depois de viajar mais de 24 horas. Comecei minha jornada para a Argélia em Portugal. Depois de ter sido negado viajar num vôo de Barcelona por problemas de visto, cheguei a Argel via Madrid. Estava exausto, mas eu faria qualquer coisa para ajudar a minha seleção nacional.”, disse.

Ivan, que terminou o segundo encontro com 27 pontos, 11 ressaltos e 6 assistências, antes de falhar os segundos finais por faltas, acredita que a resiliência de Cabo Verde não deve ser ignorada.

"Obviamente, que podemos melhorar, mas tiramos muitos pontos positivos desses dois jogos. Foi uma situação que me faz acreditar que, como equipa, podemos realmente fazer muito melhor no futuro próximo", disse.

Recorde-se que a FIBA África comunicou e convidou a seleção nacional a estar presente num torneio, que seria realizado em Junho, com os melhores segundos classificados de quatro das cinco zonas envolvidas na fase preliminar para decidir a última vaga à fase final do Afrobasket.

Com surgimento da pandemia da covid-19, a FIBA cancelou todas as competições pelo que de momento não existe qualquer informação sobre esta prova.
ADP
CrioloSports