O puguista cabo-verdiano Davilson Morais falhou acesso à segunda fase dos Jogos Olímpicos Rio'2016 ao perder na arena do Rio por KO, na primeira ronda dos preliminares, diante do britânico Joseph Joyce na categoria + 91 quilogramas, super-pesados.


Na sua estreia absoluta numa edição dos Jogos Olímpicos, o atleta crioulo ficou pelo caminho, a sete segundos do final da primeira ronda.
"Mesmo assim o sentimento é de vitória por estar no ringue da maior competição do mundo", enaltece o Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) na sua página, alegando que "o atleta competiu com o campeão da Grã-Bretanha e actual melhor da Europa, Joe Joyce".
A comitiva cabo-verdiana nos Jogos do Rio recebeu Davilson Morais no final do seu combate "com festa, mostrando o apoio de todos os cabo-verdianos.
"Afinal como disse Pierre de Coubertin" (pai dos jogos olímpicos da era moderna), o mais importante nos Jogos Olímpicos não é vencer, mas competir", especifica Filomena Fortes, responsável do COC.
Apesar desta derrota, o COC disse tratar-se de "uma vitória pela postura no ringue", e afirma estar "orgulhoso no nosso guerreiro".
Fonte: Inforpress