A selecção de Cabo Verde de boxe já se encontra acreditada no Torneio Olímpico, que está a ser disputado na arena de Dakar (Senegal), com uma delegação constituída por quatro pugilistas, sendo três masculinos e uma feminina.



Ivanusa Moreira, a única atleta feminina, com residência em Portugal, já se juntou à comitiva crioula que partiu da cidade da Praia e vai entrar em cena na segunda-feira, 24, para defrontar Nakalema Emly Tinan, do Uganda, nos quartos de final dos 64-69 quilogramas.

Nesta competição feminina estão em prova pugilistas provenientes de Cabo Verde, Argélia, Camarões, Costa do Marfim, Gana, Marrocos, Moçambique, Quénia, República Democrática do Congo, Senegal e Uganda.

Já para os 52 quilogramas, David Pina inicia a sua prova no domingo, 23, ante Chinyemba Patric da Zâmbia.

Cabo Verde está ainda a competir em Dakar com os “boxeurs” Wilson Semedo 57 quilograma e Davilson Morais +91.

De acordo com a organização, há 33 vagas nas Olimpíadas de Tóquio disponíveis em Dakar, sendo 22 para homens e 11 para mulheres, estando já garantida a qualificação olímpica a qualquer pugilista que consiga chegar à final.

Além disso, em seis categorias de peso masculino (peso mosca a peso leve) e uma divisão feminina (peso mosca), haverá um terceiro local de qualificação disponível.

Segundo o regulamento da prova, isso será decidido por um ‘box-off’ entre os dois semi-finalistas perdedores.

Ao que apurou a Inforpress, haverá mais uma chance de se qualificar para o Tóquio 2020 no evento final de qualificação do mundo em Paris, em Maio.

SR/ZS

Inforpress