A edição 2016 da “Volta Santiago em Bicicleta”, que arranca hoje e continua até segunda-feira, 15, sob o lema “Desporto é Reabilitar” terá a participação de cerca de 50 ciclistas nacionais e internacionais.


Promovido pela Associação dos Ciclistas de São Miguel, o evento acontece no âmbito das comemorações alusivas ao 41ºaniversário da independência de Cabo Verde e visa promover a modalidade no país, bem como contribuir para a consciencialização das instituições, da sociedade, associações e jovens para a importância da prática do desporto como forma de socialização e prevenção contra os flagelos e males sociais.
Arlindo Furtado, presidente da Associação dos Ciclistas de São Miguel, disse à Inforpress que a ideia é fazer com que que a “Volta Santiago em Bicicleta” seja o maior evento desportivo desta modalidade no país, uma vez que esta prova tem sido cada vez mais participativa e está a ganhar proporção a nível nacional e internacional.
Para além dos atletas nacionais, sublinhou que o certame conta também com a participação de ciclistas de Angola, Portugal, São Tomé e Príncipe, França e de Guadalupe.
Sob o lema “Desporto é Reabilitar”, a volta vai ter um percurso de aproximadamente 300 quilómetros. A primeira etapa na distância de 97Km tem início na Cidade Velha, com meta em Tarrafal.
A segunda etapa, com cerca de 80 Km, faz a largada em Calheta de São Miguel percorrendo depois as localidades de Santa Catarina, Santa Cruz, Estádio Nacional, Universidade Jean Piaget, Rotunda Terra Branca e chegada no bairro de Achada Santo António.
A terceira e última etapa, culminará com uma circular de quatro voltas à Cidade da Praia num total de 112 Km.
O acto de entrega dos prémios será presidido pelo ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire.
Fonte: Inforpress