A Federação Cabo-verdiana de Ginástica (FCG) promove, durante uma semana, no Pavilhão Desportivo Vavá Duarte, a Academia de Ginástica Rítmica Nível 1, ministrada por especialistas da Federação Internacional da Ginástica (FIG).


As especialistas Helena Dias (coordenadora do curso) e Teresa Simas (ambas portuguesas) e Nadya Aleksandrova (da Bulgária), estão à frente desta Academia da FIG, com a missão de proporcionar um sistema educativo prioritário, personalizado e universal, que atenda às necessidades dos treinadores, no âmbito da sua política do desenvolvimento da ginástica competitiva em escala global.
O programa, desta que é a primeira academia da ginástica rítmica da Zona II em África, é dividido em três níveis de ensino (1, 2 e 3), e conta com a participação de treinadores de Cabo Verde, Benim, Congo e Senegal.
A presidente da FCG, Lizandra Varela, destaca a importância desta formação teórica e prática, que decore de 10 a 17 do corrente, afirmando que esta academia consiste em trabalhar os treinadores nas técnicas de manejamento de aparelhos, balé, inclusive de anatomia.
Considera esta academia “muito importante” para que os técnicos possam ter uma base de ginástica, visando um melhor aperfeiçoamento das disciplinas rítmica, de forma a melhor contribuírem para o desenvolvimento da modalidade.
Esta formação abarca as vertentes teórica e prática, sendo que no final, os formandos serão avaliados para a obtenção do respectivo diploma, para que, posteriormente, possam partilhar os seus conhecimentos com outros treinadores.
A FCG, de acordo com Lizandra Varela, pretende levar esta academia a outras disciplinas, nomeadamente na aeróbica e acrobática e uma nova academia rítmica, desta feita, de nível II.
Inforpress