A delegação olímpica cabo-verdiana aos jogos do Rio'2016 foi recebida esta tarde pelo primeiro-ministro, no Palácio do Governo, para cerimónia de cumprimentos e boas-vindas, a menos escassos dia da sua partida a Brasil.


A presidente do Comité Olímpico Cabo-verdiano, Filomena Fortes, disse à Inforpress que cabo Verde continua ainda esperançado a aguardar, até 04 de Julho, pelo "wild-card" da Solidariedade olímpica para um atleta do atletismo e um judoca.
Confirmou que o Governo entrou com 12 mil contos para custear as despesas de Cabo Verde, sendo que uma parte foi adiantada às federações para os trabalhos de preparação dos atletas e uma outra parte para despesas com deslocações, incluindo todos os bilhetes de passagens.
Fortes assegurou que de momento todas as condições estão criadas para que Cabo Verde esteja bem representado nos Jogos Olímpicos, tendo asseverado que o estágio, de três dias da delegação pré-olímpica, tem-se revelado imprescindível para os integrantes da caravana socializarem as ideias.
"Há um conjunto de regras que deveremos respeitar até chegar lá. É neste sentido que este convívio sirva para poder informar sobre a forma de procedimento no Rio. De uma forma geral é a primeira participação de muitos que cá estão e é preciso que todo o mundo esteja em consonância com as regras e directrizes em relação ao Rio", explica Fortes.
Este estágio fez trazer a Cabo Verde o atleta Jordin Andrade, qualificado para Jogos Olímpicos no Rio'2016, para o seu primeiro contacto com a terra dos seus país, tendo aproveitado a ocasião para conhecer de perto a cultura cabo-verdiana.
Disse à Inforpress que o primeiro-ministro desejou sorte e sucessos a toda a delegação que vai representar o país nesta montra maior do desporto mundial.
Cabo Verde conta neste momento com quadro atletas qualificados para Jogos Olímpicos Rio'2016, designadamente, o pugilista Davilson Morais, a praticante de taekwondo Zezinha
Andrade, o atleta Jordin Andrade , nos 400 x 100 barreiras e a ginasta Eliane Boal.
Davilson Morais, em estágio de preparação em Cuba e Eliane Boal a estagiar-se em Portugal, estão ausentes deste estágio de três dias da pré-delegação olímpica na Cidade da Praia.
Fonte: Inforpress