A Miss Fitness Cabo Verde’2016 diz-se agastada com a organização do certame deste ano realizado na Cidade da Praia e reclama “da maioria dos prémios em atraso” desde 03 de Setembro e da falta de assumpção dos compromissos pela organização.


Edneia Almeida, vencedora pelo segundo ano consecutivo do certame “Miss e Mister Fitness Cabo Verde’2016”, manifestou, em declarações à Inforpress, o seu desagrado pela forma como a “organização tem estado a desresponsabilizar-se os compromissos” assumidos aquando da realização do certame.
Segundo disse, das promessas da organização, recebeu os 60 mil escudos correspondentes à premiação da vencedora, mas só depois de alguma insistência, e os três meses grátis no ginásio Praia Fitness, mas que em relação aos outros prémios houve sempre problemas.
Esta praticante de culturismo disse que inicialmente estavam previstos 30 mil escudos em suplementos, mas que apenas recebeu um valor correspondente a 20 mil.
Considera também que a organização fez publicidade enganosa junto dos concorrentes informando-lhes que teriam um mês grátis de tratamentos numa clínica, mas que na prática foi-lhe garantida apenas uma vez por semana, isto é, quatro sessões.
Entretanto, reclama ainda pelos prémios que considera estarem em falta como um fim-de-semana na Vila Morgana em São Miguel, um álbum de foto do concurso, equipamentos de treinos e “jantar a dois”.
Edneia Almeida disse entender ser de justiça reclamar todos os prémios em causa, sublinhando que para manter a sua forma física passa por muitos exercícios e com custos acrescidos.
Contactado pela Inforpress, Ricardo Martins, responsável da “CardioFitness Evento”, empresa promotora do concurso em apreço, disse que houve atraso no levantamento de alguns produtos, patrocinado por empreses portuguesas e que “só agora chegaram”.
Martins informou ainda que teve atraso no levantamento de outros prémios junto de outros patrocinadores como a Câmara Municipal da Praia, da Direcção-Geral dos Desportos e que enquanto intermediários, a organização esteve no meio de todo sete imbróglio.
Ainda assim, garante que os prémios já foram entregues a quase todos os participantes, reconhecendo, entretanto, que o prémio para a vencedora esteja em falta por causa da própria Miss Fitnes 2016.
Explicou que basicamente só não entregou o prémio “por falta de respeito por parte dela”, e fez questão de especificar que “parte do prémio foi assumido na sua ausência” porque o segundo membro que integra a organização encontra-se ausente do país.
Fonte: Inforpress