O director-geral dos Desportos Gerson Melo tornou público, hoje, através de um comunicado, que o serviço que dirige disponibilizou, este ano, cerca de 150 mil contos para o financiamento das atividades federativas e para a infraestruturação desportiva do país.


O dirigente informa que no âmbito dos contratos-programa, as Federações Desportivas receberam 72 mil contos, para o financiamento das competições regionais e nacionais e para o funcionamento dos seus serviços administrativos.

Mas antes de receberem as respectivas verbas, as diversas estruturas do desporto federado tiveram que cumprir com um conjunto de normas introduzidas, este ano, pela DGD, com vista a imprimir uma maior transparência na gestão do dinheiro público. Para o efeito foram solicitadas cópias dos estatutos, assim como provas da legalidade dos mandatos dos corpos sociais de cada uma das Federações.

Para além dos 72 mil contos, a DGD disponibilizou mais 27 mil contos para a participação das Seleções Nacionais,  de Futebol no CAN, de Basquetebol no Afrobasket, de Andebol nos Challenge, do Voleibol, atletismo do Paralímpico nos Jogos Africanos.

Na infra-estrturação desportiva a DGD disponibilizou 45 mil contos para a construção e/ou reabilitação de vários equipamentos desportivos, em parceria com as Câmaras Municipais e Escolas Secundárias,  em quase todas as ilhas do arquipélago.