Vinte e seis dirigentes desportivos concluíram hoje, em Pedra Badejo, uma formação de três dias em FutbolNet, no âmbito do torneio que deverá ser realizado em Cabo Verde, numa organização da Fundação Barcelona e internacional OlympÁfrica.


O FutbolNet é um programa baseado em futebol, realizado em todo o mundo e liderado pela Fundação F.C. Barcelona, no qual as equipas mistas de meninas e rapazes sub-14 terão como objectivo não apenas marcar mais golos, mas demonstrar o respeito pelo “Fair-Play” dentro das quatro linhas.
O objectivo do jogo está associado a questões como o “Fair-play”, a amizade, o respeito ou espírito de equipa, além do marcador de golos no final.
Em declarações à imprensa, após uma aula prática no terreno, a formadora Marieme Ly garantiu que os formandos entenderam bem a filosofia e a metodologia do curso e que prova disso é que foram ao terreno transmitir os conhecimentos às crianças.
Nesse sentido, recomendou o país que planeia acolher o primeiro Centro OlympAfrica a educar as crianças na base dos valores sociais, porque o “desporto sem esses valores não será o desporto”.
Por seu turno, o presidente do Clube Olímpico Cabo-verdiano, Sabino Correia, disse que a iniciativa é o pontapé de saída para se atingir a meta, que é a inclusão de todos os activistas sociais no desporto.
Já os formandos comprometeram-se levar tais valores para o terreno de jogo com crianças e ainda para o futebol clássico.
Com o culminar deste curso, será realizado um torneio em Cabo Verde com o mesmo nome e o vencedor irá representar o arquipélago em Dakar, Senegal.
O município de Santa Cruz, recorde-se, foi escolhido pela Fundação Internacional OlympAfrica, sediada em Dakar, para acolher um dos seus 43 centros existentes no continente africano e, por este motivo, chega essa acção de capacitação.
Esta escolha foi feita por concurso, através do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) que, também, irá ser um dos financiadores para a construção deste centro.
Inforpress