Três militares cabo-verdianos terminaram em Itália a segunda fase de formação para instrutores em esgrima que vinha frequentando na cidade de Modica, tendo sido agraciados com o Diploma de Instrutor pelo presidente desta Câmara Municipal italiana, Ignazio Abate.


Ao que apurou a Inforpress, o capitão Isaías de Brito, o tenente-coronel Heidy da Veiga e o primeiro sargento António Rodrigues estiveram desde 05 deste mês no Centro Internacional de Esgrima da cidade de Módica.
Terminada esta formação, a presidente da Associação de Amizade Itália-Cabo Verde, Kriol-Ità, Mária Silva, uma das impulsionadoras para a introdução desta disciplina olímpica em Cabo Verde, agradeceu a amabilidade e gentileza da câmara de Modica na formação dos instrutores cabo-verdianos, extensivos aos mestres, alunos e todos os que contribuíram para o sucesso da formação.
Isto porque entende que as partes encontraram em Modica um parceiro ideal para implementar o projecto, considerado “ambicioso da esgrima em Cabo Verde”, e que contou com o envolvimento da Federação Italiana Esgrima na pessoa do mestre Giorgio Scarso, o verdadeiro impulsionador do projecto.
Nesta cerimónia, que contou com a presença do presidente do Comité Regional FIS, Sebastiano Manzoni, do Delegado Provincial CONI, Gianstefano Passalacqua e dos mestres de esgrima, preparadores físicos e dezenas de convidados, Maria Silva destacou ainda, o contributo da presidente do Comité Olímpico Cabo-verdiano, Filomena Fortes, e do Chefe do Estado Maior das Forças Armadas, general Anildo Morais.
Inforpress