A ilha do Sal vai acolher, este fim-de-semana, o primeiro Campeonato Nacional de Jovens de Xadrez, a acontecer também pela primeira vez no país, com a participação de 31 atletas, dos quais 16 são jogadores salenses.


Organizada pela Federação Cabo-verdiana de Xadrez, em parceria com a Associação de Xadrez do Sal (AXSAL), e apoio da Câmara Municipal do Sal, esta competição arranca hoje a partir das 18:30, momento da abertura oficial da prova, decorrendo durante três dias – de sexta-feira a domingo -, no Hotel Belorizonte, em Santa Maria.
Realizado pela primeira vez no país, este torneio de “máxima importância” para o xadrez jovem cabo-verdiano, segundo a organização, está dividido em três escalões, sendo para iniciados, até os 12 anos, juvenis , dos 12 aos 16 e juniores , de 16 a 20 anos, trazendo para a ilha do Sal atletas de São Vicente, Praia e São Nicolau.
No entanto, Santo Antão, que também tem uma Associação de Xadrez, não estará representado nestas competições, cujas razões não foram evocadas.
 
As primeiras competições arrancam hoje, logo após à sessão de abertura, prosseguindo-se no sábado, com duas sessões, uma de manhã e outra à tarde, e mais outras duas sessões no domingo, dia do encerramento e altura em que se vai conhecer os primeiros campeões nacionais dos diferentes escalões, seguido de cocktail e entrega de troféus.
Na qualidade de amante de xadrez e presidente da AXSal, Sidney Spínola disse, em declarações à Inforpress, estar “extremamente contente”, por conseguir trazer esta competição para a ilha turística, a acontecer pela primeira vez a nível do país, esperando que a “grande” competição de jovens decorra de melhor forma possível.
“Trazer o Campeonato Nacional de Jovens de Xadrez para o Sal é uma honra e um sonho realizado”, manifestou, agradecendo a confiança da Associação Cabo-verdiana de Xadrez, ao aceitar a proposta da AXSal para a realização deste evento no Sal.
Recorde-se que em Janeiro passado, atletas da AXSal participaram no II Campeonato Nacional Individual de Rápidas no Mindelo, tendo Éder Pereira sido o campeão nacional destas partidas.
Além deste troféu, a AXSal conquistou mais cinco medalhas, nomeadamente nos escalões melhor sub-12 de rápidas, melhor sub-14 de rápidas, melhor sub-16 de rápidas, melhor sub-20 de rápidas e melhor veterano (+50) de rápidas.
Inforpress