O Polidesportivo de Oeiras, em Monte Sossego, poderá voltar a funcionar a partir do dia 25 deste mês, em que terá um piso “totalmente novo” para acolher as diversas modalidades de salão, conforme informações avançadas pelo empreiteiro.


Esta é data estipulada, segundo Zé Pulu, da Oficina Mestre Pulu, responsável pela obra avançou à Inforpress, para a entrega da obra de requalificação do piso deste recinto desportivo, que decorre desde o mês de Janeiro.
“Tivemos que trocar algumas peças que estavam danificadas, lixamos e também tivemos que fazer as diversas marcações do campo”, explicou o empreiteiro, adiantando estarem neste momento na fase de aplicação do verniz, importado “exclusivamente” para este fim e que está a ser aplicado a três mãos.
“Estamos a utilizar um verniz que é próprio para pisos desportivos e que tivemos de importar para que o trabalho pudesse ficar impecável”, reforçou.
Agora, nestes últimos dias, conforme a mesma fonte, vão ser feitos os “últimos retoques” para que a obra possa ser entregue aos responsáveis, a Direcção-Geral dos Desportos e a Câmara Municipal de São Vicente, até o dia 25 deste mês.
Entretanto, Zé Pulu admitiu a possibilidade da entrega acontecer “mais cedo”, caso os trabalhos corram “sem imprevistos”.
Mas, para que isto aconteça, segundo o empreiteiro, ainda existem outros pormenores da requalificação, que, ajuntou, não são da alçada da Oficina Mestre Pulu, entre as quais a pintura das balizas e também a renovação da porta de entrada.
O Polidesportivo de Oeiras, único recinto em São Vicente que recebe as modalidades de salão, está em manutenção desde Janeiro, como uma primeira intervenção realizada 23 anos após a sua construção.
Estas obras resultam de uma parceria entre a Direcção-Geral dos Desportos (DGD) e a Câmara Municipal de São Vicente e estão orçadas em 2.300 contos.
Inforpress