A prova de hipismo com cavalos de terra realiza-se hoje com a participação de apenas quatro cavalos já que alguns proprietários decidiram, durante a reunião para socializar o regulamento retirar os seus cavalos da prova.


O vereador da Cultura da Câmara Municipal de São Filipe, Caetano Rodrigues, disse à Inforpress que a prova vai ser realizada com quatro cavalos porque há proprietários que investiram e não podem ser penalizados.
Segundo o mesmo, alguns dos cavalos inscritos não estavam em condições de participar devido a problemas, sublinhando que dois proprietários decidiram retirar os seus cavalos durante apresentação do regulamento da prova, com o argumento de “evitar problemas”.
A Inforpress soube junto de elementos da comissão organizadora da prova de hipismo que alguns proprietários não se entenderam em relação à participação de um cavalo na categoria de “cavalos de terra” por entenderam que o mesmo é puro sangue (estrangeiro) o que terá provocado tal decisão.
O vereador indicou que o sorteio para a prova de cavalos de terra vai ser realizado na manhã de hoje e que a corrida se realiza no período da tarde com entrada grátis, sendo que todos os cavalos terão direito a prémios no valor de 100, 80, 60 e 50 mil escudos, do primeiro ao quarto classificados, respectivamente.
Para hoje, além da prova do hipismo de cavalos de terra, inicia-se a nona edição da feira agropecuária e o “amor pá Djarfogo” na praça do Presídio, assim como o encontro empresarial promovido pela Câmara de Comércio Indústria e Serviço de Sotavento, CV Telecom e Câmara de São Filipe.
Inforpress