Cinco dos seis cavalos apurados para a fase final da prova de hipismo com cavalos puro sangue ou estrangeiro são da ilha do Fogo.


Na primeira fase da prova, que contou com dez cavalos dos 13 inicialmente inscritos, estão apurados para a final os cavalos Armando Cunha, Tripolia, ANK, Lura e Criston todos da ilha do Fogo e Airley de São Vicente.
Os cavalos Preto de Raul Fernandes e Furacão de Salomão Amado desistiram devido a problemas de saúde e o Invasor, que veio da ilha do Sal, não participou por, alegadamente, alguém o terá lesionado durante a noite.
A fase final realiza-se no dia 29 e os cavalos apurados vão discutir o primeiro prémio cujo valor é de 250 mil escudos, enquanto aos demais classificados tem direito, valores de 200 mil escudos (2º), 180 (3º), 150 (4º), 120 (5º) e 100 (6º).
Após a corrida, a comissão organizada da prova realizou o sorteio para a fase final tendo os cavalos apurados sido agrupados em duas séries, sendo a primeira composta pelos cavalos Armando Cunha, Tripolia e Airley e a segunda pelos cavalos Anak, Lura e Criston.
Já em relação a parte tradicional da bandeira, deu-se inicio as actividades com o primeiro dia de pilão nas instalações da Casa das Bandeiras, visando a preparação do milho para o almoço do dia 01 de Maio, uma actividade que, à semelhança dos anos anteriores, levou muita gente ao espaço.
Já a partir das 22:00 a praça do Presídio recebe o primeiro dos cinco dias de festival com a actuação dos Chris e banda, Dina Medina, Loony Johnson e Ferro Gaita.
Inforpress