O ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, empossou hoje, no Tarrafal, Amândio Jorge de Jesus Furtado Lopes, no cargo de delegado da Direcção-Geral dos Desportos para região desportiva de Santiago Norte.


“Nós estamos a criar esta estrutura do desporto aqui em Santiago Norte para podermos potenciar e desenvolver o desporto nesta região. Santiago Norte tem muita potencialidade a nível desportivo, tem excelentes condições para desenvolver tanto o desporto de colectivo como individual, bem como o desporto náutico, bem como fazer a ligação do desporto ao turismo”, afirmou Fernando Elísio Freire.
O titular da pasta do Desporto, que falava no acto da investidura, que decorreu hoje no Salão Nobre dos Paços do Concelho do Tarrafal, informou que para que possam conseguir potenciar e desenvolver o desporto precisavam de uma estrutura que esteja próxima da comunidade desportiva, dos desportistas e da população.
Daí, segundo ele, a criação da Delegação da Direcção-Geral dos Desportos para esta maior região desportiva, mas que, entretanto, no entender do governante, tem “três grandes desafios” por enfrentar.
O primeiro desafio, conforme disse , visa levar o desporto a todas as localidades e aldeias de Santiago Norte, através de incremento da actividade física, da promoção da vida saudável e permitir o acesso das pessoas a actividade física.
Em segundo lugar, fazer do desporto nesta região um factor de inclusão social e um factor de ascensão social, visando identificar talentos, formar e criar infra-estruturas para que esta região possa ter todas as condições de ocupar o seu lugar no processo desportivo do país.
E em terceiro lugar, concluiu, fazer a ligação do desporto ao turismo, principalmente organizando grandes eventos, tendo proposto a realização de desportos de montanha, náuticos, trail e de pavilhão.
Fazendo tudo isso, disse acreditar que esta região desportiva vai tornar-se numa “região competitiva” e que vai estar em condições para competir com as outras regiões do país.
Por seu turno, o novo delegado da Direcção-Geral dos Desportos para a região desportiva de Santiago Norte enalteceu o facto de os clubes, dirigentes e atletas mesmo com muitas dificuldades terem empenhado na promoção e massificação do desporto na região.
Aliás, segundo ele, se não fosse esta “persistência, coragem, espírito de entrega e determinação” dos mesmos , hoje o desporto em Santiago Norte não teria os ganhos já conseguidos.
Amândio Lopes disse acreditar que a estrutura, ora criada, vai colmatar as dificuldades que Santiago Norte atravessa a nível do desporto, tendo apontado a aposta nos novos talentos em várias modalidades, quer colectivo quer individual e de combate, acções de formações dos agentes desportivos como prioridades da sua “nobre e desafiante” função.
Fomentar e apoiar o desporto escolar e o fomento de cultura das jornadas desportivas nos diferentes municípios em prol de incrementar o espírito da promoção, competição nos diversos escalões de formações enquanto papel de projecção regional e internacional são outros desafios a serem enfrentados.
“Temos enormes e importantes desafios: dar vez e voz a Santiago Norte, maior visibilidade na comunicação social, discriminação positiva a diferentes associações desportivas de Santiago Norte”, enfatizou.
Na ocasião, o novel director e o ministro do Desporto pediram o engajamento dos clubes, dos dirigentes, dos atletas, das seis câmaras municipais e empresas públicas e privadas da região para que juntos possam “construir uma sociedade mais saudável”.
inforpress