O Primeiro-ministro declarou, este domingo, 23, encerrados os Primeiros Jogos Africanos de Praia - Sal 2019, realizados em Cabo Verde sob a égide da Associação de Comité Olímpicos Nacionais Africanos (ACNOA), um dos “maiores” eventos internacionais realizados no país.


O Primeiro-ministro declarou, este domingo, 23, encerrados os Primeiros Jogos Africanos de Praia – Sal 2019, realizados em Cabo Verde sob a égide da Associação de Comité Olímpicos Nacionais Africanos (ACNOA), um dos “maiores” eventos internacionais realizados no país.

Com 10 medalhas, entre ouro, prata e bronze, o Primeiro-ministro elogiou a prestação de Cabo Verde que conseguiu o 4º lugar em quarenta e três países que participaram, “destacando-se positivamente nos jogos”. “Foi muito significativo”, disse o Chefe do Governo, sublinhando ser “uma área onde o país tem um potencial enorme a desenvolver, quer na competição de forma amadora como se viu, como no kitesurf que não constou entre as modalidades, mas que temos um grande potencial”.
Para o Primeiro-ministro que esteve acompanhado do Ministro do Desporto, foi um trabalho de parceria “juntando esforços e contribuindo de forma muita positiva para cimentar a imagem de Cabo Verde como um hub na realização de grandes eventos internacionais”.

Os Primeiros jogos de Praia que decorreram de 14 a 23 de junho, na Cidade de Santa Maria, Sal, contaram com 11 modalidades, mais de 40 países e 800 atletas a disputar medalhas em atletismo, basquetebol 3×3, andebol de praia, vólei de praia, ténis de praia, futebol de praia, remo no mar, futebol freestyle, karaté kata, kitesurf e natação em águas abertas.

Cabo Verde ganhou a candidatura para a organização dos I Jogos Africanos de Praia (IJAP), em Djibuti, durante a 17ª sessão ordinária da Assembleia Geral das Associações dos Comités Olímpicos da África (ACNOA).
Governo.cv