KiteKriol nasceu da ideia de três jovens que quiseram abrir uma escola de desportos náuticos na ilha da Boa Vista, numa “aventura” que já dura há cinco anos.


Conforme contou à Inforpress Josimar Domingos, um dos sócios deste projecto, a ideia de criar o KiteKriol surgiu quando ele e os amigos Emilson Mosso e Jason Neves, que já tinham alguma experiência em escolas de desportos náuticos, resolveram trabalhar por conta própria.
“Reunimos, e decidimos pedir demissão dos nossos postos de trabalho e começar do nada, a trabalhar com os materiais que já tínhamos. Com os pequenos ganhos fomos aumentando as nossas ofertas e agora já somos um pouco conhecidos no mercado”, explica Josimar Domingos, acrescentando que há cinco anos deram arranque a esta aventura no litoral das praias de Sal-Rei, onde cresceram e se sentem em casa.
E é exatamente na Praia de Carlota que instalaram a base/escritório do KiteKriol, numa casa modesta de madeira e palha, onde começaram a oferecer pacotes de curso de KiteSurf com a duração de seis horas, a turistas que poderão solicitar outros níveis de aula, conforme o desempenho dos alunos.
“Até então os nossos clientes têm sido na maioria europeus. Já para os nacionais, o primeiro pacote é grátis”, informou Josimar Domingos, fazendo referência ainda a outros serviços que oferecem além dos desportos do mar, nomeadamente surf, aluguer de materiais, excursões e entretenimento.
Segundo Josimar Domingos, KiteKriol tem também a vertente integração social, que é incentivar e integrar a população local para a pratica dos desportos náuticos. Para isso, já tiveram a experiência de levar crianças da escola de Rabil para lhes dar uma noção de actividades lúdicas ligadas ao mar e à natação.
KiteKriol pretende ampliar os seus serviços, principalmente para ultrapassar o recuo que o negócio tem em época turística baixa, entre Junho e Agosto, e, sobretudo, devido as condições meteorológicas que não favorecem a prática de desportos náuticos.
Por isso, mesmo durante o Verão não fecham as portas. Para isso, em época baixa os serviços são oferecidos em menor escala, através de uma página na Internet, onde os clientes solicitam os serviços.
“Queremos ampliar o nosso espaço, adquirir mais materiais e aumentar os serviços, para termos melhores ofertas de pacotes durante todo o ano, seja de kitesurf ou de outros serviços náuticos. Está em projecto abrir um restaurante para mantermos o espaço aberto durante todo o ano”, avançou Josimar Domingos.
KiteKriol já organizou um campeonato regional entre amigos na ilha, de forma independente. Para Josimar Domingos, “dever-se-ia apostar mais e explorar melhor o potencial do mar” e apoiar negócios neste sector”. Além disso, Josimar Domingos apela a necessidade de se associarem melhor, organizar o grupo, a família dos desportos náuticos da ilha da Boa Vista.
Inforpress