Os jogos da segunda edição do torneio Open Sal de Xadrez, promovida pela Associação de Xadrez do Sal (AXSal), arrancaram sábado, devendo decorrer até quarta-feira próxima, com a participação de 33 xadrezistas, nacionais e internacionais.


De entre os 33 atletas no torneio Open Sal de Xadrez, enquadrado nas festividades do dia do Município do Sal, assinalado a 15 de Setembro, encontram-se seis xadrezistas do sexo feminino, dois jogadores da República Checa e um atleta de São Vicente.
O presidente da AXSal, Sidney Spínola explica que um Open é um torneio aberto onde pode-se receber atletas de várias ilhas, inclusive internacionais, informando que o Open Sal de Xadrez veio substituir o anterior torneio denominado “Torneio do Município do Sal”.
“Era um torneio fechado, só para residentes no Sal. Tendo em conta a evolução que temos tido no xadrez, e parcerias com outras associações do país, transformamo-lo num Open. O primeiro Open de Xadrez realizado em Cabo Verde, e tem sido bastante positivo”, explicou.
Nesta segunda edição participam atletas desde sub-8 a sub-20, séniores e veteranos.
Na qualidade de amante de xadrez, Sidney Spínola destaca a participação crescente de atletas femininas no Open, anunciando, ao mesmo tempo, a realização, em Novembro próximo, do primeiro campeonato regional de xadrez feminino.
A primeira edição do Open Sal foi realizada no ano passado em Pedra de Lume, com a participação de 27 atletas, enquanto este ano o evento decorre na Academia do Académico Aeroporto do Sal, com 33 jogadores de xadrez.
O torneio Open Sal de Xadrez, que continua a ser o único torneio aberto de xadrez realizado no país, termina na quarta-feira, coincidindo com a celebração do 10º aniversário da fundação da Associação de Xadrez do Sal, (2009) e cinco anos de sua oficialização (2014).
Inforpress