O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse acreditar que o pavilhão desportivo municipal do Tarrafal vai fazer nascer mais campeões e que ainda vai promover esse município do interior de Santiago.


“Este pavilhão desportivo tem que acrescentar valor. É um investimento importante, mas que terá valor acrescido quando começarmos a trazer para este espaço competições nacionais, regionais e internacionais, porque isto casa muito bem com o colocar Tarrafal com centralidade no turismo, no desporto e na cultura e para tirarmos o máximo proveito, fazermos cada fez mais nascer campeões e promovermos este concelho”, afirmou o chefe do Governo.
Ulisses Correia e Silva, que falava esta terça-feira no acto da inauguração desta infra-estrutura desportiva, numa cerimónia co-presidida pelo presidente da Câmara Municipal do Tarrafal, José Nunes Soares, mostrou-se compensado com o resultado da parceria entre o Governo e câmara que tornou esta obra uma realidade nesse “município de campeões”.
“Estamos compensados e satisfeitos, porque Tarrafal, um concelho mais a Norte da ilha de Santiago, passa a dispor de um pavilhão desportivo de referência, bonito e com qualidade, e é algo que valoriza aquilo que deve ser a boa gestão do território nacional. Não há lugares onde não possamos fazer coisas boas, bem-feitas e com qualidade”, exteriorizou.
O primeiro-ministro aproveitou a presença dos atletas e desportistas para comunicar que Cabo Verde vai organizar o CAN de Andebol Feminino em 2024, tendo adiantado que este pavilhão, ora inaugurado, vai ser um dos que vão acolher os jogos da prova.
Por sua vez, o autarca tarrafalense que considerou este pavilhão como o “melhor do país” e que também está catalogado como número 2 do desporto em África, disse que Tarrafal está a fazer história e que continuará a fazer histórias, principalmente no desporto.
“Tarrafal e os atletas estão de parabéns por esta grandiosa obra. Esta é uma obra, resultado de muita persistência, de muita teimosia, de muito trabalho, de dias de negociações e resultado de uma forte parceria com o Governo de Cabo Verde”, acentuou.
Esta obra que, segundo ele, é para homenagear todos os atletas, desportistas e sucessivas gerações do Tarrafal, vai, igualmente, servir toda a Região Santiago Norte.
“(…) Creio que com esta infra-estrutura desportiva que seguramente os nossos atletas alcançarão patamares superiores e aumentarão a performance desportiva. Valeu a pena o investimento e algum compasso de espera (…)”, vincou José Nunes Soares.
Na ocasião, o autarca apontou como grande desafio do pavilhão desportivo municipal do Tarrafal a sua gestão e preservação, daí pediu o bom uso do mesmo por parte dos atletas.
Tendo em conta que, segundo ele, o pavilhão tem uma área para a prática desportiva de 1.300 metros quadrados (m²), destinada às modalidades como basquetebol, andebol, voleibol e futebol de salão, avançou que vão dar outro uso ao espaço.
O acto de inauguração contou com a presença do ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa, Luís Filipe Tavares, atletas e desportistas tarrafalenses, de todos os demais presidentes das câmaras de Santiago Norte, e entre outros convidados.
Inforpress